top of page
Buscar
  • Markus Lothar Fourier

Ando pela rua: o processo da psicoterapia

Atualizado: 27 de fev. de 2023

Olá pessoal, tudo bem?


Hoje vamos conversar sobre a terapia, especialmente para quem está pensando em buscar ajuda pela primeira vez. Quero falar um pouco sobre o processo de psicoterapia e como eu o vejo. Para isso, vou fazer uma analogia com um texto muito conhecido, chamado "Autobiografia em cinco capítulos", extraído do livro "Tibetano do viver e do morrer", do autor Sogyal Rinpoche.


Ando pela rua.

Há um buraco fundo na calçada.

Eu caio...

Estou perdido... sem esperança.

Não é culpa minha.

Leva uma eternidade para encontrar a saída.


Ando pela mesma rua.

Há um buraco fundo na calçada.

Mas finjo não vê-lo.

Caio nele de novo.

Não posso acreditar que estou no mesmo lugar.

Mas não é culpa minha.

Ainda assim, leva um tempão para sair.


Ando pela mesma rua.

Há um buraco fundo na calçada.

Vejo que ele ali está.

Ainda assim, caio... é um hábito.

Meus olhos se abrem. Sei onde estou.

É minha culpa.

Saio imediatamente.


Ando pela mesma rua.

Há um buraco fundo na calçada.

Dou a volta.


Ando por outra rua.


Um dos pontos importantes do processo terapêutico é a repetição. Muitas vezes, chegamos à terapia em crise e buscando soluções rápidas para nossos problemas, mas descobrimos que a mudança não é tão simples assim. Às vezes, as coisas melhoram e depois pioram novamente, mas é importante perceber que não estamos exatamente no mesmo lugar. Estamos no mesmo sintoma, mas nossa consciência está mais ampliada e nossa compreensão dos problemas também.


Outro ponto fundamental da terapia é a reflexão. O papel do terapeuta não é simplesmente dar dicas para sair do buraco, mas ajudar o paciente a refletir sobre suas próprias escolhas e ações. É importante lembrar que a terapia não é um processo rápido e que pode levar tempo para alcançarmos a mudança que desejamos. Porém, com paciência e dedicação, podemos aprender a lidar melhor com nossos problemas e a encontrar caminhos para uma vida mais equilibrada e feliz.


Espero que tenham gostado dessa reflexão sobre a terapia e que possa ter ajudado quem está pensando em buscar ajuda. Lembrem-se sempre de que não há nada de errado em pedir ajuda e que a terapia pode ser uma ferramenta valiosa para melhorarmos nossa saúde mental e emocional.




Posts recentes

Ver tudo

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page